segunda-feira, 16 de maio de 2016

A Soma das Forças

Uma teoria sobre do porque alguns relacionamentos acabam não vingando... E é qualquer relacionamento, seja ele amoroso, amizade, familiar, entre colegas de trabalho etc. Fora a parte de futilidade, pessoas acomodadas, falsidade e canalhice, que é óbvio que isso acaba com qualquer relacionamento entre duas ou mais pessoas, creio que o quê mais acaba com relacionamentos é a questão da falta de parceria, de agregar alguma coisa na vida da outra pessoa... As pessoas estão acostumadas com "metade de laranja" com a ilusão de que alguém tem que "completar" a outra pessoa. Todos somos completos, se você por acaso não se sente completo é porque escolhas que você fez te faz se sentir assim, e não vai ser outra pessoa que vai resolver esse problema, talvez ela possa te ajudar a você ver essas escolhas erradas, mas ela não vai resolver isso no seu lugar. Uma pessoa deve somar com a outra, não igualar e muito menos subtrair. Acredito que o que acaba desgastando a relação de convivência de duas ou mais pessoas é uma querer sugar de mais de alguém achando que isso vai tampar ou completar algum "buraco", ou por comodismo mesmo, e isso não vai resolver seu problema porque se continuar assim, se tornará um parasita. Regra básica de crescimento... Ninguém cresce igualando, cresce somente somando. Paulo Cuba.

sexta-feira, 11 de março de 2016

As Três Escolhas

O Covarde vê o desafio, se amedronta e procura o meio mais fácil.

O Fraco até que tenta, mas logo desiste, não por ser fraco, mas por não acreditar em sí mesmo.

O Forte tenta, cai, apanha, mas continua tentando e nunca desiste até conseguir.

Aí vem o Covarde e questiona o forte. -"Porque tentar se pode desistir e ir no mais fácil?".
O forte responde -"Porque desistir? Se o medo só existe dentro de mim porque desconheço o que há ali na frente, se eu arriscar e conhecer, eu não terei mais medo"

O Fraco fala ao Forte -"Porque ainda tentar se não sabe se vai dar certo"?
O Forte diz que -"Eu nunca vou saber até onde posso ir se eu não for, jamais saberei meus limites e se eu posso vencê-los, se eu não me esforçar ao máximo e arriscar até onde conseguir ir"

Moral da história. Alguém só sabe até onde pode ir e quais são suas capacidades, se arriscar, não se deixar levar pelo o que as pessoas vão falar de você, se vão te apoiar ou criticar. Vá, se for bom é vitória, se não for bom ou não valer tanto apena quanto achou que valeria no começo, reveja seus conceitos e siga nova direção.

Paulo Cuba.