sexta-feira, 11 de março de 2016

As Três Escolhas

O Covarde vê o desafio, se amedronta e procura o meio mais fácil.

O Fraco até que tenta, mas logo desiste, não por ser fraco, mas por não acreditar em sí mesmo.

O Forte tenta, cai, apanha, mas continua tentando e nunca desiste até conseguir.

Aí vem o Covarde e questiona o forte. -"Porque tentar se pode desistir e ir no mais fácil?".
O forte responde -"Porque desistir? Se o medo só existe dentro de mim porque desconheço o que há ali na frente, se eu arriscar e conhecer, eu não terei mais medo"

O Fraco fala ao Forte -"Porque ainda tentar se não sabe se vai dar certo"?
O Forte diz que -"Eu nunca vou saber até onde posso ir se eu não for, jamais saberei meus limites e se eu posso vencê-los, se eu não me esforçar ao máximo e arriscar até onde conseguir ir"

Moral da história. Alguém só sabe até onde pode ir e quais são suas capacidades, se arriscar, não se deixar levar pelo o que as pessoas vão falar de você, se vão te apoiar ou criticar. Vá, se for bom é vitória, se não for bom ou não valer tanto apena quanto achou que valeria no começo, reveja seus conceitos e siga nova direção.

Paulo Cuba.

2 comentários:

Mary Apple disse...

Parabéns vc escreve divinamente.

Paulo Cuba disse...

Muito Obrigado :)